🚚 Livraison offerte à partir de 40€ pour le Portugal 🚚

10 destinos a não perder durante um passeio pelo Alto Minho

Uma das regiões mais bonitas de Portugal é o Alto Minho. Muito perto da vizinha Espanha, é um território que alberga locais maravilhosos, vilas pequenas e aconchegantes, onde se pode degustar um bom vinho verde e comer até mais não!

Sim, além de Viana do Castelo, existem muitos mais locais para descobrir e sentir outro Portugal em todo o Minho!

Com efeito, neste artigo listamos dicas a considerar na hora de planear uma escapadinha por esta região. São 10 locais para dar um passeio pelo Alto Minho, e apreciar toda a beleza de um dos segredos mais bem guardados de Portugal.

10 destinos a não perder durante um passeio pelo Alto Minho

Ponte de lima

Se há uma vila bonita nesta região que todos os verões se enche de turistas é Ponte de Lima. O primeiro ponto para começar este passeio pelo Alto Minho.

Com um centro histórico muito bem preservado, e uma ponte romana que chama por uma bela foto ao pôr do sol, Ponte de Lima é a vila mais antiga de Portugal.

É uma vila que vive todo o ano em festa. Entre maio e outubro, ocorre o Festival Internacional de Jardins, a célebre Vaca das Cordas e, por fim, as Feiras Novas, onde pode desfrutar de um grande mercado, feiras tradicionais, apresentações musicais, danças tradicionais e todo o tipo de atividades.

Nos arredores da vila também não faltam atividades para realizar, perto da vila estão as Lagoas de Bertiandos e a Reserva Natural de São Pedro de Arcos, uma área abundante de fauna e flora ao longo do rio Lima e com bons trilhos para caminhadas.

Monção

Monção é famosa pelas fontes termais e pela parte antiga da cidade, onde se destaca a fortaleza do século XIV, Monumento Nacional desde 1910, com igrejas e torres medievais.

Se pretende conhecer esta vila fortificada às margens do rio Minho, cheia de vida e com um importante centro histórico, pode aproveitar as suas festas mais marcantes: a Festa da Nossa Senhora das Dores, na terceira semana de agosto, e a Festa do Corpo de Deus, que é comemorado no dia de Corpo de Cristo.

Nos arredores, a cerca de 5 km encontra-se o Palácio da Brejoeira do século. Um dos monumentos mais imponentes do Alto Minho e um dos mais belos legados arquitetónicos em Portugal. Um majestoso palácio neoclássico construído no início do século XIX. Ainda é habitado, mas isso não o impede de visitar para explorar os seus luxuosos interiores.

P.S. – Não se esqueça de uma paragem para provar o vinho verde, o melhor é ir à Adega Cooperativa de Monção.

Caminha

Parar para observar a beleza do seu centro histórico, é imprescindível quando se está em Caminha.

Movimentado e cheia de gentes minhotas, Caminha é a última vila da costa litoral minhota. É uma vila medieval com uma ligação muito própria com a região.

De onde se destacam o chafariz na praça central, fonte renascentista, típica das praças portuguesas e a Torre do Relógio. Dá acesso ao centro histórico medieval e faz lembrar o passado senhorial de Caminha.

Este passado é celebrado todos os anos no verão, com a célebre Feira Medieval. Mercado, atividades, música ao ar livre, artesanato, tem um pouco de tudo da altura dos reis.

Para um passeio pelo Alto Minho, Caminha é uma recomendação absoluta.

Vila Nova de Cerveira

Ligada pela Ponte da Amizade a Espanha, encontramos Vila Nova de Cerveira.

Lá do alto avistamos o seu símbolo, o Cervo, com um dos mais belos miradouros de Portugal, de onde se avista também toda a vila, a foz do rio Minho, a pequenina e mágica ilha da Boega no meio do Minho.

Contudo, Cerveira é muito mais que isto. Tem um pequeno centro histórico repleto de lojas tradicionais e galerias de arte minhota, um fluviário cheio de espécies aquáticas da região e ainda os típicos mercados de rua. Todos os sábados (também há às quartas-feiras), lá acontece uma das feiras mais típicas do Alto Minho.

Ponte da Barca

A pacífica e bela Ponte da Barca, com pouco mais de 2.000 habitantes, estende-se ao longo das margens do Rio Lima, onde se destaca uma bonita ponte do século XVI.

Toda a vila convida a um belo passeio. Todos os espaços são cheios de surpresas a cada canto no centro histórico. Além disso, tem ainda uma pequena praia fluvial, bastante procurada na época balnear.

As festas desta localidade realizam-se entre os dias 19 e 24 de agosto, em homenagem a San Bartolomeu, com um programa de eventos que inclui apresentações musicais, danças tradicionais e espetáculos pirotécnicos. Por outras palavras, uma boa altura a apontar uma visita!

Arcos de Valdevez

A bonita vila de Arcos de Valdevez é um bom ponto de partida para conhecer o Parque Nacional da Peneda-Gerês. Mas antes disso, descubra esta simpática cidade do Alto Minho.

Para isso, nada como subir pelas ruas estreitas, passando pelo Pelourinho até chegar ao Jardim dos Centenários, entre na igreja Matriz e depois sente-se para apreciar a magnífica vista sobre o rio e as montanhas.

Nos arredores, além do Parque Nacional da Peneda-Gerês, não pode deixar de visitar o Santuário da Senhora da Peneda, situado no lugar da Gavieira, um espaço cristão do século XIX com uma escadaria monumental e uma vintena de pequenas capelas, que se torna centro de peregrinação todos os anos durante a primeira semana do mês de setembro.

Soajo

A cerca de 20 quilómetros de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez, esconde-se a pitoresca aldeia do Soajo.

No centro fica o Largo do Eiró, a praça principal da vila com um pelourinho, embora a fama deste lugar venha dos seus espigueiros. Ao todo são 27 (o mais antigo de 1782) e servem para secar o milho. Construídos em pedra, apoiam-se em vários pilares, diretamente assentes na rocha, sobre os quais se abre uma peça redonda para evitar que os ratos comam os cereais.

Uma vila pacata que ainda é conhecida pelo seu pão de ló fofo e delicioso!

Lindoso

A vila do Lindoso preserva o encanto das aldeias de outrora, com as suas características casas de pedra numa localização privilegiada: no coração do Parque Nacional da Peneda Gerês, muito perto da fronteira com Ourense.

No topo desta pequena vila ergue-se um castelo do século XIII e aos seus pés, os espigueiros, tradicionais celeiros portugueses.

O Lindoso é uma visita obrigatória e um dos lugares mais especiais de toda a região. Pela sua paisagem e história, é excelente local a descobrir durante um passeio pelo Alto Minho.

Sistelo

A pequena aldeia de Sistelo é conhecida como o “Tibete português” devido aos seus socalcos: uma enorme escadaria verde que desce dos pontos mais altos até ao vale, onde se cultiva o milho e pasta o gado, e que torna a paisagem única.

A aldeia faz parte da reserva da Biosfera Gerês-Xurés e, no início do ano, foi classificada como monumento nacional. Uma boa forma de explorar a região é fazer uma caminhada pela Ecovia do Vez, com passadiços que se prolongam por mais de 30 km.

Quanto a pontos de interesse, além da beleza tradicional e castiça da vila, encontra a Casa do Castelo, a Igreja Matriz, o Castelo do Visconde e uma bela ponto romana que atravessa o rio Vez.

Há uma única tasquinha na aldeia, que serve petiscos e refeições, desde que a aldeia foi descoberta pelos turistas. Logo, não tem que se preocupar com as escolhas para comer.

Parque Nacional Peneda-Gerês

Para fechar em beleza um passeio pelo Alto Minho, nada como visitar a primeira área protegida criada em Portugal, e a única com o estatuto de parque nacional, o Gerês oferece uma experiência única de contacto com a natureza.

O silêncio, a riqueza vegetal – com imensos carvalhos, medronheiros, azevinho e espécies próprias como o lírio-do-gerês – o ar puro e a paisagem são um anti stress notável.

Para além de caminhadas, em trilhos devidamente identificados, nada melhor do que descobrir os miradouros e as cascatas do Parque, sobretudo no verão. Destacamos a Cascata de Fecha de Barjas, mais conhecida como Cascata do Taiti, na freguesia de Vilar da Veiga, concelho de Terras de Bouro (na mesma freguesia fica também a Cascata do Arado).

Terras de Bouro também podia estar perfeitamente nesta seleção. Com os desportos náuticos à cabeça, é um excelente destino de verão.

Vamos já marcar o próximo fim de semana?

Seja para um fim de semana bem-passado ou para umas férias para descontrair, um passeio pelo Alto Minho é uma excelente escolha para fugir do ambiente citadino e entrar em comunhão com a natureza.

Por isso, já sabe! Quando encontrar disponibilidade, comece a pesquisar a fundo cada uma destas sugestões. Temos a certeza de que não se vai arrepender!


Partager ce message